sábado, 27 de março de 2010

Mercado livre??!!!??!!



Sábado estava me distraindo na Internet. Li alguns e-mails, principalmente as mensagens de Padre Pio. Estou sem muita paciência para abrir todos... Confesso! No entanto, algo me chamou a atenção, um anúncio dizia: “Encontre o amor da sua vida, a partir de R$ 69,00”. Entrei em “estado de choque” por cinco minutos. Logo pensei: ‘Da para comprar isso também?’ Nossa!
Com o avanço da tecnologia, a ciência já nos trouxe tantos benefícios que pensávamos ser impossível para o homem... Podemos ter filhos, fora o método tradicional, comprar de tudo pela rede, sem sair de casa, ou outras coisas simples e maravilhosas, como estar próximo de amigos que moram longe, como, por exemplo, na África (saudades da Aline, minha AMIGA e de toda a Família Feliz). Mas comprar relacionamento? Comprar amor?
Pensei que o amor fosse gratuito, ofertado, descoberto, cultivado e tantas outras formas e maneiras... E como nos ensinou Pe. Fábio, que amor, relacionamento requer tempo, necessita conhecer... Com isso, me dei conta, que o neoliberalismo “prendeu” até este sentimento, tornando-o mercadoria! Hoje, já podemos comprar um relacionamento!(?)...
Não quero criar polêmica e nem me tornar um “Arnaldo Jabor” (quanta pretensão... Eu não a tenho, sendo sincera ao extremo). Talvez seja esta a solução da modernidade, a era das facilidades, pois deve ser mais fácil comprar, porque ‘sendo seu’ não implica ou requer tantos cuidados, nem riscos de se revelar ao conhecimento para gostar e deixar ser gostado... Como era com os nossos brinquedos, na infância, brincávamos da forma que bem entendesse, do nosso jeito, e se pintasse o cansaço jogávamos num canto ou pedíamos para comprar um novo...
Aiiii... Achei isso tão frio, tão vazio e sem romantismo! Como não conhecer, criar vínculos, descobrir se existem mais sentimentos do que amizade?
Tudo bem! Já ouvimos muitos casos de casamento que deram certo através dos relacionamentos virtuais e até dessas empresas de relacionamento, porém, particularmente, penso que isso é tão vazio, pois não dá para comprar amor. Não faz parte da sua lógica! Não quero julgar, porque odeio hipocrisia, os falsos padrões morais, mas engana-se quem acredita que pode adquirir um verdadeiro amor assim. E não estou entrando na questão da discussão do amor real com o ideal, já passei da fase do “príncipe encantado”. Amor nasce da amizade, do conhecimento, da convivência, do esforço de conhecer e deixar se conhecer. É conhecer o que há de bom e de pior no outro e mesmo assim gostar dela...
Eu não sou nenhuma “expert” no assunto, mas não me engano! Dentro de mim há uma grande necessidade e vontade de amar e ser amada, de partilhar vida, de criar vínculos, parcerias e tantas coisas maravilhosas que o relacionamento afetivo pode proporcionar. Mas sei que tudo isso não nasce na contramão da convivência e da gratuidade. E aí está a riqueza!
Muito me entristece observar e conviver com jovens e adultos que querem de ‘primeira’ viver os frutos de uma intimidade adquirida ao longo do amadurecimento de um relacionamento, e não é só de sexo que estou dizendo. Falo do vazio da frase ‘eu te amo’, tão banalizada, e de pessoas frustradas querendo buscar no outro o que faltam dentro de si mesmas. Querem cessar a carência de amor próprio jogando para o outro a responsabilidade de amar. Daí, a outra pessoa é culpabilizada por não proporcional algo impossível de alcançar e oferecer. O mundo ta cheio de pessoas assim...
Não tenha medo de viver o tempo da descoberta... Crie! Não compre... É impossível mercantilizar o amor.
O que quero e sonho para a minha vida, desejo que aconteça na sua vida também! E o meu desejo é ser feliz a cada dia, descobrindo e conquistando os meus objetivos!
Que possamos ser presenteados com a alegria do amor!
Bjos!
Li...

sexta-feira, 19 de março de 2010

São José


Gente, hoje é o dia de São José, patrono da Igreja.
Que alegria!
Particularmente é um dia especial, pois sou devota...

Mas por que escolhi São José?

A verdade foi ele quem me escolheu...

Não me lembro o ano, mas foi em um dos encontros da equipe de prevenção da Pastoral da Sobriedade, nos Encontros com Cristo. Eu era da equipe de Servos, e a divisão dos encontristas seria por santos.

Na época estava lendo sobre as histórias de vida dos exemplos que a Igreja nos revela para nos mostrar que a santidade é possível... Daí já estava encantada com a vida deste santo, porém algo faltava, então decidi que a equipe com o santo de referência do meu grupo seria o de minha devoção...

No meu interior eu já pedia para ser São José, e para a minha alegria ele também me escolheu!

Ele é um exemplo de humildade, amor e obediência a Deus...

Me ensina a acolher, mesmo sem entender, a vontade do Senhor.


Lembrai-vos, ó puríssimo Esposo da Virgem Maria, ó meu doce São José, que jamais se ouviu dizer que alguém tivesse invocado vossa proteção, implorado vosso socorro e não fosse por vós consolado.
Com grande confiança, venho, à vossa presença, recomendar-me fervorosamente a vós. Não desprezeis a minha súplica, ó pai adotivo do redentor, mas dignai-vos acolhê-la piedosamente. Assim seja.


Valei-me São José!

Paz e Bem
Bjs

Li...

quarta-feira, 10 de março de 2010

Eu Confirmo! Saudades!

Vídeo produzido por Júlio Cesar Alves... Parabéns amigo!

Este vídeo foi produzido em 2006... Turma de Vocacionados de 2005/2006 para Canção Nova. A melhor turma...

Saudade é pouco para expressar o tempo maravilhoso q vivi ao lado de pessoas amigas e irmãs... Tempo de amadurecimento... Deus me presentou com maturidade e uma sadia convivência... Amigos para a vida toda... Crescimento pessoal e espiritual...

Fica a Saudade!!

Assistam!

video

segunda-feira, 8 de março de 2010

Exemplos!


As mulheres, especialmente as personagens bíblicas, sempre tiveram (ou causaram) um impacto muito grande em minha vida... Pudera, ter aqui também, uma imagem de Ester, personagem ímpar que expressa a beleza e grandeza de nossa categoria... Ah, e uma de Sara, da história de Sara e Tobias, motivo da minha espera feliz para a realização dos planos de Deus...
No entanto, o foco não é este... Retrato aqui a minha admiração pelo amor predileto de Deus por mulheres que souberam revolucionar no seu tempo por meio do encontro com a misericórdia. Mudaram suas vidas, buscaram a felicidade, transformaram-se e transformaram a realidade em suas voltas... Isso é lindo!
Eu quero aprender com estas belas histórias... Encontrar o sentido de ser mulher... Não me perder com falsas alegrias, falsas promessas, falsos padrões de beleza...
Parabéns para nós mulheres!

“A Esperança Não Decepciona”


Aprender a olhar para o novo.
Lançar um olhar esperançoso para a novidade do Senhor,
Que se apresenta a cada despertar.
Ele tem o Seu novo para nos dar.
“Nem olhos viram e nem ouvidos ouviram o que Deus preparou para nós!”
É promessa do Nosso Pai!
Aguardar,
Esperar,
Silenciar...
Palavras de ordem... Organização... De paz.

sexta-feira, 5 de março de 2010

Recomeçar...


Em 2007, criei aqui, um espaço só para desabafar. Na época o chamei de "Falar de Vida"... No entanto, minha inconstância me levou a excluir... Retorno hoje, após compreender o bem que fez a um amigo.

Vamos ver até quando vai durar...

Boa Noite...

Li...